Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Para lá do horizonte

Terça-feira, 02.10.07

Enfeitou a noite de tules e cetins

voou no devaneio das ideias e sensações

Saíu

fechou atrás de si a porta do silêncio

seguiu o eco dos seus passos e diluiu-se na brisa solta

na procura de um rosto

no apelo de um olhar

Chegou

tímido de palavras

mãos cheias de afagos na inocência dos gestos

e sentiu-se a noite sorrir

as ansiedades desnudam-se

em desejos deslumbrados, inquietos

e colhe-se um abraço demorado

sob a luz fascinada dos olhares

na denúncia de uma paisagem

calma e infinita

espelhar-se para lá do horizonte

onde os rios se cruzam abraçando saudades

Aceitou

na vertigem da noite

naufragar em paixões consentidas

e o sorriso nos lábios cansados

encontram-se numa dança ardente

de mãos entrelaçadas

desbravando afectos

Aconchegou

no peito da noite o perfume do sonho

e a voz que o chamou

E o amanhecer veste-se de despedidas numa balada mística

de chuva mansinha a saudar na vidraça

Partiu

ao encontro da lua cheia para lá do horizonte

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por dolce_vita às 01:48


8 comentários

De A VER NAVIOS a 02.10.2007 às 09:02

Parabéns.
Mais um belo texto, que nos faz sentir bem quando o lemos.
Fico a aguardar novos posts.

J. Lopes

De FELINO a 02.10.2007 às 09:10

Bom dia Rosa
Que magnifico texto é bom ler-te logo de manhã para ficarmos bem em paz e a ver o dia nascer como uma flor.
Beijos e obrigado por me deixares bem.

De angel a 02.10.2007 às 13:37

Bem quem é que não consegue ter um bom dia passando por aqui..
Está muito bonito..
Que tenha um óptimo dia...

De dolce_vita a 02.10.2007 às 16:00

Angel
É sempre confortante ter um Angel a ler o que escrevo com o coração
Um abraço
Rosa

De joão palmela a 02.10.2007 às 16:50

Amiga Rosa!
Que Beleza de palavras ditas com Carinho e Fluidez, e também como afirma, essencialmente com o Coração. Que Lindo!
Adeus, um Abraço,
João Palmela

De Zita a 02.10.2007 às 17:21

Muito bem escrito, é um texto que nos transmite muitas e diferentes imagens.

Bonito mesmo.

De daplanicie a 02.10.2007 às 17:59

Poema lindíssimo!

De estreladosul a 02.10.2007 às 19:58



Lindo cara amiga Rosa.

"Para lá, onde o Sol se põe,
para lá, para onde a Lua nasce,
onde o Sol encontra a Lua,
onde o raio encontra a Terra.
para lá, onde não conseguimos chegar."

Continua, minha amiga. Cada vez está melhor. Depois de uma tarde solarenta, nada melhor que ler um poema com tanto sentimento.

Bjinho amigo

Mario Rodrigues

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Outubro 2007

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031